Aqui inicia o menu de navegação global superior do Portal: Deseja pular este menu?

Institucional

TCU
Autoridades
Conheça o TCU
Estrutura organizacional
Voltar
Texto

Grande-Colar do Mérito do Tribunal de Contas da União  

Grande Colar do Mérito

  

Criado em 2003, o Grande-Colar do Mérito do Tribunal de Contas da União tem por objetivo condecorar personalidades nacionais ou estrangeiras, que, por seus méritos excepcionais ou por relevante contribuição ao controle externo, tenham-se tornado merecedoras de especial distinção.

 

Como destacou o ministro Valmir Campelo, quando da criação da comenda, pretende-se com ela "...marcar, de forma indelével na mente dos brasileiros, a data de 7 de novembro de 1890 como a maior expressão do gênio de Rui Barbosa e do martírio de Serzedello Corrêa, a confluência das mais nobres tradições de ética, independência, zelo, ponderação e sabedoria, consolidadas na criação do guardião da moralidade pública", o Tribunal de Contas da União.

Texto

A insígnia do Grande-Colar é confeccionada pela Casa da Moeda do Brasil em prata, com aplicação de banho de ouro, e constituída por uma estrela de cinco braços, esmaltados em verde e amarelo, assentada sobre raios dourados, em forma de resplendor.
No centro, do lado anverso, há um círculo esmaltado azul com o símbolo do Tribunal e a legenda "Tribunal de Contas da União – 7 de novembro de 1890". No lado reverso, há um círculo dourado com as Armas da República. O desenho do Grande-Colar é de autoria do servidor desta Corte de Contas Marcello Augusto Cardoso dos Santos.

A comprovação do agraciamento dá-se mediante diploma confeccionado em papel especial pela Casa da Moeda do Brasil e expedido pelo Chanceler da Insígnia, o presidente do Tribunal de Contas da União.

A escolha dos agraciados é feita, anualmente, em sessão especial, pelo Conselho do Grande-Colar, composto pelo Presidente, pelo Vice-Presidente e pelos ministros titulares do TCU.

Agraciados 2003 - Presidente do Tribunal de Contas de Portugal Alfredo José de Souza, atriz Fernanda Montenegro, Procurador-Geral Francisco de Salles Mourão Branco, o Ministro Luciano Brandão Alves de Souza, Ministro Luiz Octávio Pires e Albuquerque Galloti, Jornalista Roberto Marinho, post mortem, Presidente da Comissão da Pastoral da Criança Zilda Arns.

Agraciados 2004 - Ministro Olavo Drummond, Ministro Ewald Sizenando Pinheiro, Ministra Élvia Lordello Castello Branco, Jurista Ives Grandra da Silva Martins, Empresário Ermírio de Moraes, Presidente da Fifa João Havelange.

Agraciados 2005 - Ministro Paulo Brossard de Souza Pinto, Senador José Bernardo Cabral, Ministro Alberto Hoffmann, Arcebispo emérito de Brasília Dom José Freire Falcão, Jurista Paulo Bonavides, Médico Cid Nogueira, Fundação Getúlio Vargas.

Agraciados 2006 - Academia Brasileira de Letras, Ministro Djaci Alves Falcão, Ministro Homero Santos, Miguel Srougi, Oscar Niemeyer, Wadjô da Costa Gomide (in memoriam).

Agraciados 2007 - Confederação Nacional da Indústria, Aloysio Campos da Paz Júnior, Ministro Carlos Mário da Silva Velloso, Ministro Eduardo Andrade Ribeiro de Oliveira, Juiz Conselheiro José Fernandes Farinha Tavares.

Agraciados 2008 - ministro Adhemar Paladini Ghisi (in memoriam), Antônio Carlos Konder Reis, ministro Arnaldo da Costa Prieto, Arthur Moreira Lima, ministro Célio Borja, ministro José Carlos Moreira Alves, Confederação Nacional do Comércio.

Agraciados 2009 - ministro Marcos Vinicios Vilaça, Vice-Presidente José Alencar, Bibi Fereira, Ari Cunha, Cláudio Salvador Lembo, Fundação Gilberto Freyre.

Agraciados 2010 - Adib Jatene, Carlos Aberto Gomes Chiarelli, ministro Carlos Átila Álvares da Silva, Jucelino Kubitschek, Mário Jorge Lobo Zagallo, Roberto Civita.

Agraciados 2011 - Antonio Delfim Netto, Ellen Gracie Northfleet, ministro Humberto Guimarães Souto, Jorge Gerdau Johannpeter, Marco Antônio de Oliveira Maciel, Ricardo Coimbra de Almeida Brennand.

Agraciados 2012 - Ariano Suassuna, Carlos Ayres Britto, Jorge Amado, José Carlos de Almeida, ministro Ubiratan Diniz de Aguiar, Yolanda Vidal Queiroz.

Aqui inicia o mapa do portal do TCU: Deseja voltar para o topo da página?